sábado, 15 de agosto de 2009

Manual para um bom fuck buddy

Vou começar pelo começo. Que tal um relacionamento sexual? Pois isso é ter um fuck buddy! Sabe dois amigos solteiros, um olha pra cara do outro e diz: "Vamos ficar solteiros juntos ali no meu quarto?" E depois, tudo como antes. Amigos, felizes, alegres e contentes! Ninguém cobra ninguém, ninguém espera ligação... Perfeito né? É, mas tem que ter preparo pra isso! Em vários aspectos. Então vou organizar por tópicos.

Modernidade a flor da pele

Você pode até ter uma certa atração ou um fetiche com um amigo(a). Mas daí concretizar isso é um grande passo! Quero dizer, você está preparado psicologicamente para isso? Quer realmente só sexo? Não vai se sentir usado depois? Não vai ficar sem jeito com a pessoa? Não vale a pena perder a amizade por uma noite animada né. Pense nisso tudo antes da próxima etapa.

E outra coisa muito importante: a pessoa que você está pensando estaria pronta pra isso também? Não estou falando de ela aceitar ou não (isso vai ser dito mais abaixo), estou falando se ela não te daria dor de cabeça? Não é ciumenta e possessiva (dificilmente daria certo nesse tipo de coisa)? Já não tem uma queda por você e pode confundir as coisas? Tem certos problemas que podem ser evitados.

Obs.: Não gosto daquela idéia de que amigos ficam porque já tinham bebido e estavão animadinhos.. Isso pode gerar um grande desconforto depois entre os dois. Acho que pra ter um fuck buddy, que seja bem consciente!

Como começar?

Bem, se não é pra deixar a mina zonza e jogar a idéia, então como fazer? Eu não sei porque todo mundo complica tanto tudo, acho bem mais fácil ser sincero. Mas calma! É bem mais fácil se vocês já tiverem falado nisso, porque um sabe o que o outro pensa a respeito. Dá pra começar assim, só falando no assunto (porque se o outro disser que é coisa do demo você esquece a idéia né!). Agora se a reação for "favorável", aí depende do clima e da initimidade entre vocês. Se já tiver espaço, comece as cantadas e aproximações clássicas. Se a coisa ainda estiver meio fria (o que eu acho difícil com esse assunto em pauta), eu diria pra rirem mais, ou seja, começar a paquera e xavecagem básica.

sensual
E como fazer isso? É brincando que a gente se entende (by Scootie)


Se ele(a) não topar?

Então, você falou que tá afim? Tentou uma aproximação mais íntima? Deu a entender suas intenções? E ele(a) disse não!?

Sem pânico! Nessas horas de novo, nada melhor do que humor. No máximo se você sentir que ficou um clima estranho um "Desculpe, me empolguei com o assunto, mas.." Sentiu? Desculpe-se e mude de assunto, não dê silêncio porque no silêncio as pessoas pensam. Mudar de assunto não quer dizer falar de jardinagem! Poxa, se vocês são amigos já tem muitos assuntos interessantes, fale do que lembrar. Ou mesmo não mude de assunto totalmente, só exclua vocês dois da conversa. Tá confuso né? Vou dar um exemplo:

- Ah, tudo bem. Mas é interessante né? Como o mundo muda rápido.. Imaginar essa conversa há uns 50 anos é impossível!

E daí dá pra falar de antigamente, dá pra falar de liberdade, de feminismo, de machismo, de direitos humanos.. E daí você logicamente vai conduzir a conversa de novo e sem muita demora para um assunto mais interessante que esses. O que importa é ter jogo de cintura, é conduzir o diálogo pra onde interessa.

Se topar?

Se topar, aí eu acho que não preciso dizer mais nada. Ah! Só uma coisa: Usem camisinha!

E depois?

Depois quero dizer ainda no mesmo dia. Como qualquer sexo casual, não vão dormir juntos. Então é educado ele deixá-la em casa. Um beijinho de despedida e cada um segue a vida.

Daí pra frente?

couple
Sem chamegos ok? (by xXHungryLikeTheWolfXx)

Essa é a parte mais importante e perigosa.

O ideal é que continuem amigos exatamente como antes. Só que se vocês não pensoaram bem lá na primeira etapa podem amargar agora, porque vocês não tem direito nenhum sobre o outro e vice-versa. Então não podem ter ciúmes, não podem ter apelidinhos fofos, não podem ficar cobrando nada e nem ligando o tempo todo. Se um dos dois começar com essas atitudes é que está o problema, é a tal "mistura das coisas". Desde o início tudo foi declaradamente só sexo, e ponto.

E cheguei ao fim!

Acho que seguindo esse manual dá pra repetir a dose várias vezes sem problemas.

E o que você acha sobre fuckbuddies e relacionamentos sexuais? Faltou alguma coisa no manual? Dê sua opinião nos comentários!

Fonte: http://mm-mulherdemarte.blogspot.com/2009/08/manual-fuck-buddy.html

3 comentários:

Bia Almeida disse...

Olá Victor

Eu sou a autora desse texto e do blog Mulher de Marte. Acredito que você gostou do texto, já que o publicou na íntegra.

Acredito também que você não copiou o texto por maldade, pra plagiar. Mas porque sinceramente gostou dele e gostaria de indicá-lo para outras pessoas (já que colocou a fonte no fim).

Mas se a intenção é indicar o texto e por consequência o blog, então não ponha o texto inteiro aqui. Faça um post dizendo que leu, gostou e dê sua opinião sobre o assunto. Em alguma parte do seu post ponha o meu blog como fonte com um link para este texto.

O endereço deste texto para link é: http://mm-mulherdemarte.blogspot.com/2009/08/manual-fuck-buddy.html

Essa é a forma mais utilizada para citar textos de outras pessoas (e assim você não corre nenhum risco de ser acusado de plagiador).

Obrigada

Bia Almeida disse...

Mesmo acreditando na sua inocência, aguardarei a sua adaptação.

Victor disse...

Bia, Pode deixar, desculpa a má adaptação, colocarei o link correto! Abraços!

Blogger Templates by OurBlogTemplates.com 2007